Regra três
 (1973)
 
Composição: Toquinho e Vinícius de Moraes
 
Interpretação: Toquinho e Vinícius de Moraes
 
Música do LP "Poeta, Moça e Violão - Vinícius, Clara Nunes e Toquinho" gravado ao vivo no Teatro Castro Alves em Salvador BA, em 1973.
Toquinho (Antonio Pecci Filho) nasceu em São Paulo SP em 06/07/1946; cantor , compositor e instrumentista iniciou seus estudos de violão aos 14 anos com mestre Paulinho Nogueira e posteriormente orquestração com Leo Perachi. Toquinho profissionalizou-se pela primeira vez em 1960 como instrumentista nos shows produzidos por Walter Silva no Teatro Paramount em São Paulo; em 1963 conheceu Chico Buarque, com quem compôs "Lua cheia" sua primeira música a receber letra; no ano seguinte gravou seu primeiro disco compacto simples; em 1965 fez a direção musical do espetáculo "Liberdade, liberdade", com Paulo Autran, Teresa Raquel, Oduvaldo Viana Filho e Cláudia. No ano seguinte gravou seu primeiro LP "O violão de Toquinho"; participou de quase todos os musicais de MPB na televisão nos anos 60 e 70; sua música "Na boca da noite" com Paulo Vanzolini classificou-se em oitavo lugar no III Festival Internacional da Canção FIC em sua fase nacional; fez várias temporadas na Europa e América Latina.
Em 1970 Toquinho conheceu Vinícius de Moraes, nascendo aí uma parceria proficua e duradoura: durante onze anos compuseram 120 músicas, gravaram 25 LP's e se exibiram em mais de 1.000 shows pelo Brasil, Américas e Europa; apesar da grande diferença de idade, 33 anos, essa parceria foi de muita afinidade e compreensão e talvez a mais longa que Vinícius teve entre seus inúmeros parceiros; Vinícius "pagou a língua" pois dissera que São Paulo era o túmulo do samba e foi justamente com o paulistano Toquinho que formou sua grande, mais duradoura e mais produtiva parceria. A dupla foi pioneira na produção de trilhas sonoras para novelas de televisão como "O bem amado" de Dias Gomes para a TV Globo nos anos 70; Toquinho compôs mais de duzentas músicas solo e com diversos parceiros; as mais famosas são: A tonga da mironga do cabuletê, Amigos meus, Aquarela, Canto em contraponto, Carta ao Tom, Chorando pra Pixinguinha, Gilda, Mais um adeus, Meu pai oxalá, Para viver um grande amor com Vinícius de Moraes, Na boca da noite, Noite longa, No fim não se perde nada com Paulo vanzolini, Desencontros, Lua cheia, Samba pra Vinícius com Chico Buarque e muitas outras. Toquinho é considerado um dos grandes cantores e compositores da moderna música popular brasileira. 
Vinicius (Marcus Vinícius da Cruz de Melo Morais) é considerado o intelectual brasileiro mais influente e participativo da moderna música popular brasileira; carioca, nascido na Gávea em 19 de outubro de 1913, formou-se em Direito já praticando sua vocação poética; em 1938 obteve bolsa do Conselho Britânico para estudar língua e literatura inglesas em Oxford, na Inglaterra; retornou ao Brasil em 1941, trabalhou em jornais e revistas tendo sido aprovado em 1946 para o Itamarati e em 1946 assumiu o primeiro posto diplomático em Los Angeles como vice-consul; atuou diplomaticamente em Paris e Roma onde frequentou a casa do escritor Sérgio Buarque de Holanda (pai do Chico) então trabalhando na Itália. Em 1953 Araci de Almeida gravou "Quando tu passas por mim", primeiro samba de Vinícius (com Antonio Maria), dedicado à esposa Tati de Moraes; em 1954 sua peça "Orfeu da Conceição" foi premiada no concurso do IV Centenário de São Paulo; em 1956 conheceu Tom Jobim formando-se então a dupla de compositores mais erudita e mais importante da música brasileira da segunda metade do século XX; compuseram juntos a trilha musical da peça "Orfeu da Conceição" com "Se todos fossem iguais a você", "Um nome de mulher", "Mulher sempre mulher" e "Eu e você". Vinicius teve inúmeros parceiros, com os quais deixou extensa e magnífica obra musical: Antonio Maria, Carlos Lyra, Baden Powell, Chico Buarque, Toquinho, Edu Lobo, Francis Hime, Marília Medalha, Claudio Santoro, Pixinguinha, Haroldo e Paulo Tapajós. Vinícius é considerado o maior letrista da MPB, pelo musicólogo Ricardo Cravo Albin, quase uma síntese sofisticada de Orestes Barbosa e Noel Rosa; Vinícius fez também sozinho músicas lindas, como "Serenata do adeus" e "Medo de amar" comprovando seu grande talento musical. Foi homem de extrema sensibilidade, amantíssimo, amou e casou-se com várias mulheres, continuando amigo de todas, amigo leal de seus amigos, faleceu no Rio de Janeiro em 9 de julho de 1980.
 
Dárcio Fragoso
 
 

Regra Três

(1973)

(Toquinho e Vinícius de Moraes)

Tantas você fez que ela cansou
Porque você, rapaz
Abusou da regra três
Onde menos vale mais
Da primeira vez ela chorou
Mas resolveu ficar
É que os momentos felizes
Tinham deixado raízes no seu penar
Depois perdeu a esperança
Porque o perdão também cansa de perdoar
Tem sempre o dia em que a casa cai
Pois vai curtir seu deserto, vai
Mas deixa a lâmpada acesa
Se algum dia a tristeza quiser entrar
E uma bebida por perto
Porque você pode estar certo
Que vai chorar
Tantas você fez que ela cansou
Porque você, rapaz
Abusou da regra três
Onde menos vale mais
Da primeira vez ela chorou
Mas resolveu ficar
É que os momentos felizes
Tinham deixado raízes no seu penar
Depois perdeu a esperança
Porque o perdão também cansa de perdoar
Lalaia...laia la laialalaialaiala
laia laia a
Lalaia...laia la laialalaialaiala
laia laia a
 
 
Música: Regra Três
Autoria: Toquinho e Vinícius de Moraes
Interpretação: Toquinho e Vinícius de Moraes
 
Pesquisas e História por Dárcio Fragoso
Plano de fundo Vinicius e Toquinho  por Marilene 
Imagens adquiridas no site dos cantores
Projeto ,Formatação e Edição Final : Marilene Laurelli Cypriano

 
Para enviar a um amigo clique no coração
e siga as instruções 
 
|Principal Menu |Fale comigo | Voltar
Direitos autorais registrados®
 
Importante:
Nosso objetivo é resgatar, preservar e divulgar músicas populares brasileiras. Através da internet propiciamos às pessoas, em qualquer lugar do mundo, acesso às belíssimas músicas brasileiras que se constituem num dos aspectos mais ricos e importantes da nossa cultura, retratando costumes, idéias e valores de cada época. Nosso único compromisso é com os compositores, cantores e suas obras. Não temos nenhum objetivo comercial, nem financeiro, nem econômico; nossas imagens, músicas e letras são obtidas nos diversos sites da internet; divulgamos todos os créditos, arcamos com os custos de nosso trabalho e da manutenção do site.  

Página melhor visualizada
em Internet Explorer 4.0 ou Superior
800x600
 
The full length songs on these sites are copyrighted by the respective artist and are placed here for entertainment and evaluation purposes. No profits are made for this site from their use. Please support these artists and purchase their music if you like it. I accept no legal liability for misuse by others of any of these selections as in regard to any and all copyrights which may or not be applied to any selection contained within these pages. 

Todas as músicas deste site têm seus direitos autorais garantidos para seus autores e intérpretes e estão aqui apenas para avaliação e entretenimento, não sendo possível copiá-las. Nenhuma recompensa financeira é obtida pelo proprietário do site ou de quem aloca este espaço. Por favor apoie o artista e compre seu disco, se você gostar da música. Não será aceita qualquer responsabilidade legal pelo uso indevido destas páginas e suas músicas  por pessoas não autorizadas por quem de direito. 


Direitos Autorais Reservados ®
* Campanha pelos Direitos Autorais na Internet *