Barracão
(1953)
 
Samba
 
Composição: Luís Antonio e Oldemar Magalhães
 
Interpretação: Elizeth Cardoso
com Zimbo Trio e Jacob do Bandolim.
 

Samba lançado em 1953 pela cantora Heleninha Costa teve posteriormente  outras gravações, sendo a mais famosa esta com Elizeth Cardoso nos famosos LP's duplos do MIS Museu da Imagem e do Som, produzidos por Ricardo Cravo Albin, com Elizeth Cardoso, Zimbo Trio e Jacob do Bandolim.
 
Luis Antonio, nome artístico de Antônio de Pádua Vieira da Costa, nasceu no Rio de Janeiro em 16/4/1921. Estudou no Colégio Militar e na Escola Militar de Realengo e ainda como tenente chegou a participar da Segunda Guerra Mundial, pela FEB Força Expedicionária Brasileira.  Ainda estudante compunha os hinos da Escola Militar de Realengo que eram cantados pelos cadetes em suas competições com outras escolas. Compôs também o Hino Oficial da Escola Militar. Chegou a Coronel do Exército Brasileiro. Seus maiores sucessos foram "Barracão", "Arranha céu" ambos com Oldemar Magalhães, "Mulher de trinta", "Esquina da vida", "Tanto faz" estes dois com Ari Monteiro, "O apito no samba" com Luis Bandeira, "Poema do adeus" e muitos outros. Faleceu em 1/12/1996 no Rio de Janeiro.
 
O compositor Oldemar Magalhães nasceu em 30/6/1912 no Rio de Janeiro RJ. Foi radialista na Rádio Tupi e um de seus fundadores. Compôs principalmente marchas e sambas com diversos parceiros como Humberto Teixeira, Wilson Batista, Luís Antonio e outros. Seus maiores sucessos foram: "Barracão", "A carne é fraca" ambos com Luís Antonio, "Sassaricando" seu maior sucesso, com Zé Mario, pseudônimo de Jota Júnior, "Teleco Teco nº 2" com Nelsinho e muitos outros. Faleceu em 19/8/1990.
 
A cantora Elizeth Cardoso Valdez nasceu em 16/7/1920 no Rio de Janeiro.  Ainda menina frequentava com o tio Pedro as famosas reuniões na casa da Tia Ciata, onde se  reunia a nata dos compositores e cantores de samba. Foi muito namoradeira conforme declarou em depoimento ao MIS Museu da Imagem e Som do Rio de Janeiro, tendo inclusive namorado com o famosíssimo jogador de futebol Leônidas da Silva , O Diamante Negro.  Adotou uma menina em 1938 a quem criou como se filha legítima fosse. Casou-se em 1939 com o músico Ari Valdez, o Tatuzinho, com quem teve seu único filho Paulo César Valdez. Elizeth Cardoso teve o mérito de ter gravado em 1958 o antológico LP "Canção do amor demais" com músicas de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, considerado o marco inicial da bossa-nova, por causa de sua interpretação e da batida "diferente" do violonista João Gilberto em "Chega de saudade" e "Outra vez", além de "Caminho de pedra", "Janelas abertas", "Eu não existo sem você", "Canção do amor demais" e outras. Foi uma das melhores cantoras da música popular brasileira, tendo gravado composições de praticamente todos os melhores e mais famosos compositores brasileiros do século passado, a ponto de ser chamada de "A Divina", "A Magnífica", "Enluarada", "Mulata maior", "Lady do samba" e outros adjetivos pelos críticos musicais. Gravou 40 LPs no Brasil e outros em diversos países por onde excursionou. Faleceu em 7/5/1990.
 
Dárcio Fragoso
 
 
 
Barracão
(1953)
 
Samba
 
Composição: Luís Antonio e Oldemar Magalhães
 
Interpretação: Elizeth Cardoso
com Zimbo Trio e Jacob do Bandolim.
 
Vai, Barracão,
Pendurado no morro
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 
Vai, Barracão,
Tua voz eu escuto,
Não te esqueço um minuto,
Por que sei que tu és
Barracão de zinco,
Tradição do meu país,
Barracão de zinco,
Pobretão infeliz.
 

Vai, Barracão,
Pendurado no morro
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 
Vai, Barracão,
Tua voz eu escuto,
Não te esqueço um minuto,
Por que sei que tu és
 
Barracão de zinco,
Tradição do meu país,
Barracão de zinco,
Pobretão infeliz.
 
Barracão de zinco,
Tradição do meu país,
Barracão de zinco,
Pobretão infeliz.
 
Vai, vai, Barracão,
Pendurado no morro,
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 

Vai, Barracão,
Tua voz eu escuto,
Não te esqueço um minuto,
Por que sei que tu és
 
Barracão de zinco
 
Barracão de zinco
 
Barracão de zinco
 
Vai, Barracão,
Pendurado no morro
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 

Vai, Barracão,
Tua voz eu escuto,
Não te esqueço um minuto,
Por que sei que tu és
 
Barracão de zinco,
Tradição do meu país,
Barracão de zinco,
Pobretão infeliz.
 
Vai, Barracão,
Pendurado no morro,
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 

Vai, Barracão,
Pendurado no morro
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 

Barracão de zinco,
Tradição do meu país,
Barracão de zinco,
Pobretão infeliz.
 
Vai, Barracão,
Pendurado no morro
E pedindo socorro
À cidade a teus pés.
 
 
 
 
Música: Barracão
Autoria: Luís Antonio e Oldemar Magalhães
Interpretação: Elizeth Cardoso
com Zimbo Trio e Jacob do Bandolim.
 
Pesquisas e História por Dárcio Fragoso
Plano de fundo: Elizeth Cardoso por Marilene
Agradecimentos eternos à   Francys Dejtiar
Imagens adquiridas em E-Groups de Trocas
Projeto ,Formatação e Edição Final :
Marilene Laurelli Cypriano

 
Para enviar a um amigo clique no coração
e siga as instruções 
 
 
|PrincipalMenu |Fale comigo | Voltar
Direitos autorais registrados®
 
Importante:
Nosso objetivo é resgatar, preservar e divulgar músicas populares brasileiras. Através da internet propiciamos às pessoas, em qualquer lugar do mundo, acesso às belíssimas músicas brasileiras que se constituem num dos aspectos mais ricos e importantes da nossa cultura, retratando costumes, idéias e valores de cada época. Nosso único compromisso é com os compositores, cantores e suas obras. Não temos nenhum objetivo comercial, nem financeiro, nem econômico; nossas imagens, músicas e letras são obtidas nos diversos sites da internet; divulgamos todos os créditos, arcamos com os custos de nosso trabalho e da manutenção do site.  

Página melhor visualizada
em Internet Explorer 4.0 ou Superior
1024 X 768
 
The full length songs on these sites are copyrighted by the respective artist and are placed here for entertainment and evaluation purposes. No profits are made for this site from their use. Please support these artists and purchase their music if you like it. I accept no legal liability for misuse by others of any of these selections as in regard to any and all copyrights which may or not be applied to any selection contained within these pages. 

Todas as músicas deste site têm seus direitos autorais garantidos para seus autores e intérpretes e estão aqui apenas para avaliação e entretenimento, não sendo possível copiá-las. Nenhuma recompensa financeira é obtida pelo proprietário do site ou de quem aloca este espaço. Por favor apoie o artista e compre seu disco, se você gostar da música. Não será aceita qualquer responsabilidade legal pelo uso indevido destas páginas e suas músicas  por pessoas não autorizadas por quem de direito. 


Direitos Autorais Reservados ®
* Campanha pelos Direitos Autorais na Internet *