Lábios que eu beijei

(1937)
 
Valsa
 
Composição: J. Cascata e Leonel Azevedo
 
Interpretação: Orlando Silva
 
Música gravada em 78 rpm por Orlando Silva em 1937, um dos maiores sucessos de sua brilhante carreira, tendo no verso, da mesma dupla J. Cascata e Leonel Azevedo, o samba "Juramento Falso", ambos com a orquestra  Vitor brasileira sob regência de Radamés Gnatalli.
Orlando Garcia Silva nasceu em 3/10/1915 no Rio de Janeiro. Seu pai era violonista e segundo depoimento do cantor ao MIS Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, participou de uma das formações do famosíssimo conjunto "Os oito batutas" de mestre Pixinguinha. Desde garoto Orlando demonstrou vocação para o canto. Num dos primeiros trabalhos, como entregador de encomendas, sofreu acidente num bonde o que lhe causou a perda de quatro dedos de um dos pés. Cantava em circos e em pequenos shows, até que seu irmão o levou a fazer teste na Rádio Cajati. Numa das tentativas o compositor Bororó ficou tão impressionado com a bela voz de Orlando que levou-o até o Café Nice onde se apresentava Francisco Alves já cantor famoso. Este ao ouví-lo gostou tanto que convidou-o a estrear em seu programa. Assim sendo Orlando Silva estreou no rádio aos 17 anos em 23 de junho de 1934 no programa de Francisco Alves na Rádio Cajuti. O apresentador do programa Custódio de Alencar assim anunciou : "Aguardem a surpresa que Chico Alves preparou" e ao final da apresentação anunciou: "Acabaram de ouvir o cantor Orlando Navarro, descoberta de Francisco Alves". O sobrenome Navarro foi inspirado no ator americano em visita ao Brasil, Ramon Navarro, mas Orlando não gostou e passou a usar seu nome de família. Em 1937 Orlando Silva foi o primeiro cantor a gravar o choro "Carinhoso" de Pixinguinha e Braguinha, que no verso trazia também de Pixinguinha a valsa "Rosa" com letra de Otávio de Souza, um dos maiores sucessos de Orlando Silva. Em 1938 pqrticipou do filme "Banana da Terra" dirigido por J. Rui, interpretando a marchinha "A jardineira" de Benedito Lacerda e Humberto Porto que faria muito sucesso no carnaval do ano seguinte, classificando-se em segundo lugar no concurso de marchinhas. Ainda em 1938 gravou o samba "Abre a janela" de Arlindo Marques Junior e Alberto Roberti. Lançou ainda em 1938 a valsa "Caprichos do destino" de Claudionor Cruz e Pedro Caetano e o fox "Nada além" de Custódio Mesquita e Mário Lago. Gravou ainda inúmeros sucessos: "Errei , erramos" de Ataulfo Alves, "Páginas de dor" de Pixinguinha e Cândido das Neves, "Meu consolo é você" de Nássara e Roberto Martins, "Sertaneja" de René Bittencourt, "Aos pés da cruz" de Marino Pinto e José Gonçalves, "Faixa de cetim" de Ary Barroso.
 A partir de 1942 sua carreira entrou em declínio, por envolvimento com drogas e desentendimentos com sua mulher Zezé Fonseca. Trocou de gravadora, saindo da Victor pra a Odeon. Gravou ainda muitas outras músicas e fez inúmeros shows por todo o Brasil. Entre 1975 e 1977 participou de vários programas da TV Globo "Brasil Especial" sob direção de A.C. Vanucci com redação do musicólogo Ricardo Cravo Albin. Ao morrer em 7/8/1978, atendendo um de seus últimos desejos, Ricardo Cravo Albin conseguiu junto ao presidente do Clube de Regatas do Flamengo, que seu corpo fosse velado na sede de seu clube do coração. Segundo os críticos, pode-se identificar dois Orlandos em sua carreira: o dos anos de ouro, entre 1936 e 1942, perfeito, O Cantor das Multidões, como foi apelidado pelo locutor Oduvaldo Cozzi, cantando um repertório maravilhoso e impecável e o Orlando posterior, já afetado pelas drogas, em decadência profissional e pessoal. Apesar de tudo isso Orlando Silva é considerado pela crítica especializada como o maior cantor de sua época e lembrado como a voz que estabeleceu definitivamente a moderna forma brasileira de cantar.
 
Dárcio Fragoso
 

 
 
Lábios que eu beijei

(1937)
 
Valsa
 
Composição: J. Cascata e Leonel Azevedo
 
Interpretação: Orlando Silva
 

 

 Lábios que eu beijei

 Mãos que eu afaguei

 Numa noite de luar, assim,

 O mar na solidão bramia,

 E o vento a soluçar pedia

 Que fosses sincera para mim...

 Nada tu ouviste

 E, logo partiste,

 Para os braços de outro amor

 Eu fiquei chorando

 Minha mágoa cantando

 Sou a estatua perenal da dor.

 

 Passo os dias soluçando,

 Com meu pinho,

 Carpindo a minha dor sozinho,

 sem esperança de ve-la jamais

 Deus, tem compaixão deste infeliz

 Porque sofrer assim ?

 

 Compadecei-vos dos meus ais,

 Tua imagem permanece, imaculada

 Em minha retina cansada,

 De chorar por teu amor,

 

 Lábios que eu beijei

 Mãos que eu afaguei,

 Volta, 

 Dá lenitivo à minha dor...

 

 

Tua imagem permanece, imaculada

 

 Em minha retina cansada,

 

 De chorar por teu amor,

 

 Lábios que eu beijei,

 

 Mãos que eu afaguei,

 

 Volta, 

 

 Dá lenitivo à minha dor...


 

 

 

Música: Lábios que eu beijei
Autoria: J. Cascata e Leonel Azevedo
Interpretação: Orlando Silva

 

Pesquisas e História por Dárcio Fragoso
Plano de fundo por Marilene

Imagens adquiridas em E-Groups de Trocas
Projeto ,Formatação e Edição Final : Marilene Laurelli Cypriano

 
Para enviar a um amigo clique no coração
e siga as instruções 

 

|Principal Menu  |Fale comigo | Voltar

Direitos autorais registrados®

 

Importante:

Nosso objetivo é resgatar, preservar e divulgar músicas populares brasileiras. Através da internet propiciamos às pessoas, em qualquer lugar do mundo, acesso às belíssimas músicas brasileiras que se constituem num dos aspectos mais ricos e importantes da nossa cultura, retratando costumes, idéias e valores de cada época. Nosso único compromisso é com os compositores, cantores e suas obras. Não temos nenhum objetivo comercial, nem financeiro, nem econômico; nossas imagens, músicas e letras são obtidas nos diversos sites da internet; divulgamos todos os créditos, arcamos com os custos de nosso trabalho e da manutenção do site.  


Página melhor visualizada
em Internet Explorer 4.0 ou Superior
1024 x 768

 

The full length songs on these sites are copyrighted by the respective artist and are placed here for entertainment and evaluation purposes. No profits are made for this site from their use. Please support these artists and purchase their music if you like it. I accept no legal liability for misuse by others of any of these selections as in regard to any and all copyrights which may or not be applied to any selection contained within these pages. 

Todas as músicas deste site têm seus direitos autorais garantidos para seus autores e intérpretes e estão aqui apenas para avaliação e entretenimento, não sendo possível copiá-las. Nenhuma recompensa financeira é obtida pelo proprietário do site ou de quem aloca este espaço. Por favor apoie o artista e compre seu disco, se você gostar da música. Não será aceita qualquer responsabilidade legal pelo uso indevido destas páginas e suas músicas  por pessoas não autorizadas por quem de direito. 


Direitos Autorais Reservados ®
* Campanha pelos Direitos Autorais na Internet *