Tico tico no fubá
(1917)

Choro

Composição: Zequinha de Abreu e Eurico Barreiros

Interpretação: Ademilde Fonseca



O compositor e pianista Zequinha de Abreu, nome artístico de José Gomes de Abreu nasceu em 19/9/1880 em Santa Rita do Passa Quatro - SP. Começou a estudar harmonia quando estudava no seminário. Suas primeiras composições datam de 1896. Estudou apenas dois anos no seminário episcopal em São Paulo, mas fugiu a passou a trabalhar na farmácia de seu pai.
Suas composições mais famosas são "Tico tico no fubá" e a valsa "Branca" composta em homenagem a Branca Barreto filha do chefe da estação ferroviária de sua cidade.

Vibrante, buliçoso e ao mesmo tempo sentimental, o "Tico-Tico no Fubá" é o exemplo perfeito do choro clássico, em três partes, composto na melhor tradição do gênero. Predestinado ao sucesso, impressionou logo em sua primeira apresentação, em 1917, num baile em Santa Rita do Passa Quatro, SP, quando ganhou o nome de "Tico-Tico no Farelo". Razão do nome: a animação dos pares que dançavam em grande alvoroço, provocando o comentário do autor: "até parece tico-tico no farelo..."

Depois, talvez porque já existisse um choro homônimo (de Canhoto), passou a "Tico-Tico no Fubá". Mas, apesar dessa estréia vitoriosa, a obra-prima do compositor paulista Zequinha de Abreu só chegaria ao disco quatorze anos mais tarde, ocasião em que foi gravada pela Orquestra Colbaz, criada e dirigida pelo maestro Gaó. Sucesso absoluto, este disco permaneceu em catálogo até a década de quarenta, época em que a composição alcançou o auge da popularidade. Contribuiu para isso a sua internacionalização comandada pelo cinema americano que em apenas 5 anos apareceu em 5 filmes inclusive "Copacabana" (1947) cantada por Carmen Miranda. A partir de então, recebeu dezenas de gravações, tornando-se uma das músicas brasileiras mais gravadas de todos os tempos, no país e no exterior, salientando-se entre seus intérpretes a organista Ethel Smith, que a levou ao hit-parade americano.
Sua gravação de maior sucesso foi a de Ademilde Fonseca, em 1942, com letra de Eurico Barreiros. Em 1952 a Cia. Cinematográfica Vera Cruz produziu sob direção de Fernando de Barros e Adolfo Celi o filme "Tico-tico no fubá" baseado na vida de Zequinha de Abreu, estrelado por Anselmo Duarte e Tônia Carrero. Zequinha morreu em 22/1/1935 em São Paulo.



Dárcio Fragoso







Tico tico no fubá
(1917)

Choro

Composição: Zequinha de Abreu e Eurico Barreiros

Interpretação: Ademilde Fonseca


Um tico-tico só,
Um tico-tico lá,
Está comendo,
Todo, todo meu fubá.

Olhe, Seu Nicolau,
Que o meu fubá se vai,
Pego no meu pica-pau,
E o tiro sai.

Então eu tenho pena,
Do susto que levou,
E uma cuia cheia,
De fubá eu dou.

Alegre já,
Voando e piando,
Meu fubá, meu fubá,
Saltando de lá pra cá.

Houve um dia porém,
Que ele não voltou,
E seu gostoso fubá,
O vento levou.

Triste fiquei,
Quase chorei,
Mas então vi
Logo depois,
Já não era um,
E sim já dois.

Quero contar baixinho,
A vida dos dois,
Tiveram ninho,
E filhinhos depois.

Todos agora,
Pulam ali,
Saltam aqui,
Comendo sempre o fubá,
Saltando de lá para cá....


Um tico-tico só,
Um tico-tico lá,
Está comendo,
Todo, todo meu fubá.

Olhe, Seu Nicolau,
Que o meu fubá se vai,
Pego no meu pica-pau,
E o tiro sai.

Então eu tenho pena,
Do susto que levou,
E uma cuia cheia,
De fubá eu dou.

Alegre já,
Voando e piando,
Meu fubá, meu fubá,
Saltando de lá pra cá.

Houve um dia porém,
Que ele não voltou,
E seu gostoso fubá,
O vento levou.

Triste fiquei,
Quase chorei,
Mas então vi
Logo depois,
Já não era um,
E sim já dois.

Quero contar baixinho,
A vida dos dois,
Tiveram ninho,
E filhinhos depois.

Todos agora,
Pulam ali,
Saltam aqui,
Comendo sempre o fubá,
Saltando de lá para cá....

 
 
Música: Tico Tico no Fubá
Autoria: Zequinha de Abreu
Letra:Eurico Barreiros
Interpretação:Ademilde Fonseca
 
Imagem: Pássaro Tico-Tico
História e Pesquisas por Dárcio Fragoso
Projeto ,Edição e Formatação por
 Marilene Laurelli Cypriano
 
Para enviar a um amigo clique no coração
 e siga as instruções
 
|Principal Menu | Fale comigo | Voltar |
Direitos autorais registrados®

Importante:

Resgatar e preservar as músicas populares brasileiras é nosso objetivo. Através da internet estamos propiciando a todas as pessoas, em qualquer lugar do mundo, o acesso às belíssimas músicas, muitas delas relegadas ao esquecimento.Música Popular Brasileira é um dos aspectos mais ricos e importantes da cultura brasileira, retratando costumes, idéias e valores de cada época.Nosso único compromisso é com os compositores, cantores e suas obras. Não temos nenhum objetivo comercial e financeiro; as imagens, músicas e suas  letras  são obtidos nos diversos sites da  internet; nosso trabalho é puramente de pesquisa e a seleção das músicas são escolhidas e  julgadas por nós as mais significativas em cada década.Numa primeira etapa incluímos algumas composições em suas respectivas décadas de lançamento, mas pretendemos continuar incluindo outras músicas porventura ainda não incluídas, num trabalho contínuo e de longo prazo.

Página melhor visualizada
em Internet Explorer 4.0 ou Superior
1024 x 768

The full length songs on these sites are copyrighted by the respective artist and are placed here for entertainment and evaluation purposes. No profits are made for this site from their use. Please support these artists and purchase their music if you like it. I accept no legal liability for misuse by others of any of these selections as in regard to any and all copyrights which may or not be applied to any selection contained within these pages.

Todas as músicas deste site têm seus direitos autorais garantidos para seus autores e intérpretes e estão aqui apenas para avaliação e entretenimento, não sendo possível copiá-las. Nenhuma recompensa financeira é obtida pelo proprietário do site ou de quem aloca este espaço. Por favor apoie o artista e compre seu disco, se você gostar da música. Não será aceita qualquer responsabilidade legal pelo uso indevido destas páginas e suas músicas  por pessoas não autorizadas por quem de direito.